Desvendando o pós-consumidor: a transformação inevitável.

A sua empresa sabe conquistar talentos da Geração Z?

Escrito por Raisa Covre | 11 de maio de 2017 | 17:13

Um profissional criativo, conectado e empoderado. Esse é o jovem da Geração Z – e é preciso entendê-lo para conquistá-lo

As novas gerações têm uma visão de mundo bastante diferente – e isso reflete, também, em seu modo de trabalhar. Para conquistar os novos talentos, as empresas precisam levar em consideração o modo como esses indivíduos pensam. Segundo dados da Trend|247, empresa especializada em estudos sobre comportamento de consumo, esses novos trabalhadores querem flexibilidade no ambiente de trabalho. E eles se sentem infelizes quando seu emprego não atende suas expectativas.

“É uma geração muito conectada. Eles buscam experiências, coisas novas, desafios e são totalmente ligados à tecnologia”, explica Daniela Zanardo, diretora da consultoria. Em sua visão, não adianta colocar uma equipe formada pela geração Z em uma sala de treinamento e achar que o resultado será como o apresentado pela geração X. “Passar os conteúdos de forma interativa auxilia muito a disseminação de informação para este público”, acrescenta.

O treinamento corporativo é a principal ferramenta para instruir e capacitar as equipes. O grande desafio atual é manter os jovens da geração Z dentro da empresa, bem como ensinar e treinar de uma maneira eficaz e dinâmica. Caso contrário, esse é um público que fica entediado muito fácil. Para absorver o conteúdo, ele precisa realmente se interessar pelo que está sendo passado.

As novas gerações trazem criatividade e inovação para as empresas, então é fundamental se adequar às suas características para manter um time vivo, com sede pelo negócio. A sua empresa está preparada?