Desvendando o pós-consumidor: a transformação inevitável.

Salário, perspectivas e qualidade de vida: o que importa para o colaborador?

Escrito por | 8 de agosto de 2018 | 1 semana atrás

Pesquisa dos Profissionais 2018 da Catho revela quais são os elementos mais observados pelos candidatos a vagas. Confira 

Foi-se o tempo em que as pessoas não se importavam com a qualidade de vida. Nos dias de hoje, as pessoas buscam aumentar a qualidade de vida e aproveitar os momentos de lazer, apesar da alta demanda de trabalho. Essa afirmação tem sido repetida entre empresas e grupos de pessoas e, agora, pode ser comprovada com dados. É o que mostra a Pesquisa dos Profissionais 2018 da Catho.

“Aquela máxima que dizia ser difícil conciliar felicidade e trabalho, a cada dia tem sido mais rebatida. Os profissionais perceberam que só ter um salário alto e um plano de carreira bem definido não os completarão se ele não tiver tempo para o lazer e a família, por exemplo”, afirma a assessora de carreira da Catho, Elen Souza.

A pesquisa também registrou que 60% das pessoas buscam trabalhar com que gostam e 47% delas tendem a aceitar uma oferta de emprego próximo ao local de residência, já que perder muito tempo diariamente no trânsito é uma das causas da queda na qualidade de vida, sobretudo nas metrópoles. Ainda assim, porém, salário/remuneração ainda são os pontos mais considerados.

Confira o que os candidatos mais valorizam quando avaliam uma oferta de emprego:

 



Top