CONAREC 2021: “O CONSUMIDOR HACKEADO: A REINVENÇÃO DA LIBERDADE DE ESCOLHA” | 10 E 11 DE NOVEMBRO | TRANSAMÉRICA EXPO CENTER – SP

O que acontece quando você esconde o celular de um Millennial?

Escrito por | 31 de março de 2017 | 5 anos atrás

Empresa desafiou um grupo de jovens a desempenhar funções cotidianas sem utilizar o celular. Confira o que aconteceu na experiência

Por Melissa Lulio

Você já viu algum Millennial longe do celular? É um episódio extremamente raro. Aliás, esse é um hábito que tem sido transmitido por eles por pais e avós, tornando todas as gerações conectadas. Porém, como destaca Ricardo Buckup, CEO da B2, é indispensável considerar que a geração Y é o público do futuro. Mesmo que seus costumes tenham passado para os mais velhos, são eles que vão levar adiante a economia e tudo aquilo que se inclui nesse ecossistema.

Nesse contexto, compreender a forma como o Millennial se comporta é fundamental. E o celular é a ferramenta mais importante nessa exploração dos hábitos humanos. Com isso em mente, a B2 conversou com 60 grandes empresas, 2600 jovens e, em seguida, em uma etapa qualitativa, convidou 90 jovens para viver momentos do dia-a-dia, mas com algumas condições.

Como você pode imaginar, o dia-a-dia de um Millennial é todo pautado pelo uso do celular. E o desafio era justamente fazer tarefas simples sem aparelho. Ou seja, os participantes do estudo se dividiram e desempenharam funções cotidianas em modo off-line. A divisão foi a seguinte: 37% dos participantes realizaram compras, 21% experimentaram atividades de lazer, 11% se alimentaram sem utilizar o celular; 7% fizeram exercícios físicos e 6% dirigiram ou trabalharam.

Imagine o resultado!

O que você imagina que aconteceu? Após a experiência, 55% dos participantes tiveram sentimentos negativos – como ansiedade, desconforto, angústia. Não por acaso, é a maioria. Apenas 18% acharam a experiência diferente, mas não negativa. 27%, para a surpresa de todos, tiveram uma boa sensação de liberdade sem o celular.

Porém, o mais curioso é que, entre aqueles que fizeram compras ou dirigiram sem o gadget sentiram falta principalmente das ferramentas facilitadoras – a lista de compras digital ou o aplicativo Waze, no caso. Com essa conclusão, fica a impressão de que, de fato, existe um novo modo de vida. Mais do que um vício, o celular é uma ferramenta de estudo, de conhecimento, de vida.



Top Top